sexta-feira, março 21, 2008

MILLÔR


Quem baixa 93 MPs mantém o controle do desastre

Enquanto isso entre os otimistas

Não temos de que nos queixar. Desde que elegemos democraticamente o Jânio, o Geisel, o Collor, o Sarney e o FhC, aumentamos o número de nossos corruptos, ultrapassando países do primeiro mundo, nisso e na violência, que, felizmente, já é incontrolável. Pois já temos gente entre nós perto de produzir bombas atômicas domésticas. Estamos ampliando as favelas e a favelização das mentalidades, incrementamos o turismo desenfreado, já temos, no noroeste, várias "fronteiras móveis", conseguimos aumento em nossa exploração socioeconômica pela grande máfia internacional industrial-militar e, em São Paulo, comemoramos 100 anos de Conspiração Amarela para Dominar a Raça Branca, moderníssimos chegamos à poluição dos plásticos, ao envenenamento da água, do ar, da luz, e do sexo normal, a nossa moral anda nua e as roupas imorais, as marabuntas africanas chegaram disfarçadas em exércitos de dengues, temos amplo neonazismo, o neofascismo governa, ninguém relaxa e ninguém goza mais do que nós com a Conspiração Internacional para a Extinção Sistemática da Flora e da Fauna. Metade de nosso PIB financia incorporações imobiliárias, importamos da Austrália bumerangues eletrônicos que explodem a baixa altitude, nossos canibais seqüestram na ponte aérea Rio–São Paulo, as ligações do gás doméstico soltam raios manta e raios panda, apoiamos a implantação nacional do sistema de castas, é admirável nossa vacina para inocular elefantíase, estamos jogando ateus, hereges, antipapistas e outros fanáticos anti-religiosos para solidificar a Nova Igreja (a que distingue dinheiro Bom de Dinheiro demoníaco), o intestino de todos os oposicionistas está sendo atacado pela vingança de Montezuma, vulcões não tão extintos eruptam no Rio Grande, uma liga Nacional de Porcos Chovinistas ataca surubas de gays, nossa mão negra luta contra a nossa máfia, temos cada vez mais pintores primitivos, mais tempestades de areia, vias de tráfego com três e quatro andares, degelo em todo o nordeste, homossexuais tomam o Poder, monstros na Lagoa Rodrigo de Freitas imitam o do lago Ness, temos milhões de sedutores de menores, fomentamos o boom da impotência, formamos Panteras Negras, Capitalistas Negros, a Lei e a Ordem, a especulação da Bolsa, a especulação no comércio de obras de arte, apoiamos a Conspiração Internacional da Chatice Organizada, a sodomia, a legalização das drogas, a superpopulação, os estranhos movimentos na vizinhança, as manobras suspeitas na Bahia, as explosões solares, os adoradores de beterraba, a revolta dos jogadores de bingo, os delatores e dedos-duros, as orgias no andar de cima, as bacanais no andar de baixo, os mosquitos gigantescos, as nanomoscas, jigabós e telêmacos, maníaco-depressivos armados, aquele som, baianos elétricos, gaúchos radiativos, materialistas com Deus. Enfim, estamos com tudo, apoiamos tudo: a volta da febre amarela, o voodoo!, magia negra, macumba e maçonaria, monossódio de hexacloreto de coentro, cobras venenosas, jornais sem revisão, imprensa com censura, os horrores indescritíveis no underground do establishment, missionários santimoniosos, virgens profissionais, prostituição de menores, ladrões de cachorros, nuvens de baratas vindas do Paraguai, mulatos liberais, barbados analfabetos, a Conspiração Internacional dos Ratos de Sacristia, Conspiração Internacional das Agências de Publicidade, epidemia de tiques nervosos, Conspiração Internacional dos Motoristas Cegos, Conspiração Internacional de Psicanalistas Ávidos de Lucros, ostras envenenadas, arteriosclerose, caçadores de cabeças, puritanos à solta, ciganos em desespero, cursilhos, auto-de-fé, alcoólatras chatos e além disso anônimos, adoradores do câncer, camping, bombas atômicas extraviadas, extra-viados, mau hálito generalizado, solitários ameaçadores, explosão da primeira bomba atômica do Haiti, gota, catarata, rompimentos de gigantescos interceptores de esgotos, conclaves de estupradores de domésticas, terremotos, maremotos, falsos orientais, a maldição do sangue de pantera, doença do sono, falta de sono, trocadilhistas, donas-de-casa incompetentes dando uma de emancipadas, navios navegando sob a bandeira da Libéria, antropólogos, peixes contaminados, psicologismo, muros com cacos de vidro, vitiligo, pelagra, cães hidrófobos, violação de correspondência, velhotas topless, divorciadas doidonas, incêndios, enchentes, terapia de grupo, sexo grupal de impotentes, apoiamos tudo e tudo o mais que é o et cetera.

Arquivo do blog