sexta-feira, março 28, 2008

LULA, A ESFINGE SEM SEGREDOS

clicar

Oscar Wilde não gostava de mulher. Mandou ver: definiu-a como uma “esfinge sem segredos”. Eu não gosto de Lula. Ele é a minha esfinge sem segredos. Estacionado à porta de minha Tebas mental, o Apedeuta me propõe: “Decifra-me ou ME devoro”. Antevi aqui, nesta madrugada, qual seria a reação do Babolirixá (post das 6h05): “E ele vai fazer agora o que se espera dele: acusar as oposições — mais a imprensa — de sabotar os seus sucessos.”

Lula discursou hoje em Delmiro Gouveia, em Alagoas. Ele em vermelho. Eu em preto:

“E estão lá nossos amigos do PSDB, que no primeiro momento trabalharam de forma civilizada. Estão lá nossos amigos do DEM, que tiveram tanta vergonha que mudaram o nome do partido de PFL para DEM. Estão lá destilando ódio. Destilando ódio. Ódio que mesmo eu quando era dirigente sindical não conseguia destilar contra meus adversários. Porque aprendei que na política a gente constrói consenso para beneficiar a sociedade".
Como se vê, é ação concertada com a chefe da Casa-da-Mãe-Dilmona e com o ministro Tarso Genro (leia notas abaixo). Como é que é? Lula foi um grande sabotador de todos, RIGOROSAMENTE TODOS, os governantes que o antecederam. Relações de amizade, cordiais, isto é verdade, ele sempre teve com os empresários, mesmo quando era sindicalista. Bastava um Black Label entre eles, e tudo se tornava surpreendentemente tranqüilo. Isso é verdade. Foi-me relatado por um integrante do antigo Grupo 14 da Fiesp. Havia o Lula de palanque, o grevista empedernido, e já havia o Lula que cuidava dos próprios prazeres. Mas em política, não. Alguém é capaz de dizer uma só proposta de governos passados que não tenha sido bombardeada pelo Apedeuta?

”E eles governaram esse país desde que Cabral aqui aportou. Fizeram e desfizeram. Mas ontem. [...] Deus escreve certo por linhas tortas. A pesquisa de ontem deve ter deixado eles incomodados."
”Eles” quem, cara pálida? Só PSDB, DEM e PPS estão fora do governo. A maior parte dos líderes do primeiro partido resistiu ao regime militar e tem origem na esquerda. No princípio de tudo, o DEM é a dissidência do Regime Militar. O PPS é herdeiro do antigo Partido Comunista Brasileiro. Com Lula, hoje, estão, além dos petistas, os que CONTINUARAM partidários e defensores da ditadura. Os casos mais notórios e notáveis, se fosse para fulanizar, são Paulo Maluf e Delfim Netto. Mas esta ainda é uma visão mesquinha. A “elite” econômica que realmente conta é, majoritariamente, lulista. Observem que Lula acredita que a aprovação popular lhe dá licenças de ditador.

Eu sei que não é fácil para uma parte da elite política do país compreender porque é que é um torneiro-mecânico retirante e nordestino está aqui nesta tribuna e não eles."
É o eterno discurso da vítima. Imagine, presidente! Na democracia, isso é fácil de aceitar. Difícil de engolir é que o filho do principal mandatário do país, em cinco anos, salte da condição de monitor de Jardim Zoológico à de empresário da comunicação com patrimônio milionário. E, como se vê, lá vai ele tentando dividir o Brasil entre o Nordeste e o Sul-Sudeste.

"Vocês não precisam aceitar que as denúncias dos nossos adversários virem verdades absolutas. É preciso saber quem está acusando quem".
É verdade! É preciso mesmo. Havia um dossiê em que o partido do mensalão e dos aloprados acusava o ex-presidente Fernando Henrique e sua mulher, Ruth Cardoso. De fato, é preciso ver quem acusa quem.

"É importante lembrar bom lembrar que meu partido só tem 14 senadores. E o senado tem 81. E para mim aprovar qualquer coisa, preciso ter no mínimo 41 senadores."
Como se vê, um ataque ao Congresso. Sempre pega bem nessa hora. Os partidos da base aliada têm maioria no Senado, nunca é demais lembrar.
Ainda que Lula fosse o coitado que ele diz ser, isso não o tornaria inimputável. E registre-se, ademais, a esquezofrenia, entre a bazófia e a humildade. Ontem, antes da reiteração da tramóia da Casa-da-Mãe-Dilmona, noticiada originalmente por VEJA, o Apedeuta torneiro-mecânico era o homem que telefonava para dar pito em Jorjibúxi... Agora ele virou, de novo, retirante nordestino.


EXPLICAÇÃO DE DILMA: O DECÁLOGO DA EMPULHAÇÃO

Eles são todos de uma vulgaridade formidável. Repetem sempre os mesmos crimes e também não variam nas desculpas. Lembram-se do dossiê dos aloprados?
- Quando não havia mais saída, o PT inventou uma tese interessantíssima: os tucanos teriam atraído os pobres petistas para a compra de um falso dossiê e, assim, armar o flagrante.
- Enquanto isso, Lula dizia: “Por que eu preciso de dossiê com tudo o que tenho de votos?”

Os feios, sujos e malvados não mudam sua natureza. Nunca!

Em Recife, a líder da Casa-da-Mãe-Dilmona, a ministra Rousseff, saiu-se com esta aos jornalistas:
“Não investigamos [o governo passado]. Nós fizemos basicamente um banco de dados e fornecemos os dados para esse banco. Não acho que a VEJA e a Folha montaram [o dossiê]. Outros fizeram esse trabalho e vocês [imprensa] estão divulgando. Mas o governo não investiga a oposição"

Deixe-me ver se entendi direito o raciossímio:
1 – O governo fez só um inocente “levantamento de dados”, assim, à matroca, sem gancho, sem que ninguém pedisse, só para se informar. Vai que alguém precisasse dos dados...;
2 – esse “levantamento”, estranhamente, só dizia respeito ao governo FHC, com ênfase nos gastos do ex-presidente de sua mulher;
3 – o levantamento, feito na Casa-da-Mãe-Dilmona, era, claro, sigiloso, protegido por senha;
4 – gente da confiança do Ministério, usando senha restrita, teve acesso aos dados;
5 – as informações foram, então, vazadas;
6 – de posse dos dados, a própria oposição montou o dossiê, acusando-se a si mesma, mas para prejudicar Lula;
7 – VEJA e Folha, duas pombas lesas, fazem, então, o trabalho criminoso de divulgar um falso dossiê contra FHC, preparado pela própria oposição, pra incriminar os petistas;
8 – isso nos leva a supor que aquela primeira decisão, tomada lá no item 1, já trazia em si a semente do desastre;
9 - a própria Dilma, que admite, então, ter mandado fazer o “levantamento”, agia, sem saber, em benefício da oposição;
10 – agora, a oposição faz barulho apenas para constranger um governo popular.

Por quem Dilma Rousseff nos toma?

Arquivo do blog