sábado, dezembro 14, 2013

CLAUDIO HUMBERTO


“Pra que me mandar [para Brasília] se eu quero ficar [em Minas]?”
Mensaleiro Roberto Tolentino, ao se entregar à Polícia Federal para cumprir sua pena


PSB TENTA CONVENCER DEM A DAR RASTEIRA NO PSDB

Apesar do pacto de “não agressão”, Eduardo Campos (PSB) atua nos bastidores para esvaziar o tempo de TV do tucano Aécio Neves (MG), com quem trava queda de braço por eventual segundo turno contra a presidente Dilma. Interlocutores do socialista têm aconselhado o presidente do DEM, José Agripino (RN), a lançar candidato próprio, até por “questão de sobrevivência”, caso Aécio decida por “chapa pura”.

ÚNICA SAÍDA

Na lógica do PSB, o DEM enfrentará dificuldade para eleger bancada federal se não estiver na vice de Aécio ou lançar candidato próprio.

DIVIDIDO

Ala do DEM pressiona pela candidatura de Ronaldo Caiado (GO) à Presidência, enquanto José Agripino prefere apoiar Aécio Neves.

CAFÉ COM LEITE

O ex-presidente FHC ignora os pleitos do DEM e defende que o vice de Aécio seja um paulista como Aloysio Nunes, para “acalmar” José Serra.

PRIORIDADE

O líder do PSB, Beto Albuquerque, torce para que Eduardo Campos e Aécio Neves (PSDB) não briguem: “O foco principal é derrotar Dilma”.

CABO ANSELMO PODE REVELAR SINDICALISTA DEDO-DURO

José Anselmo dos Santos, “Cabo Anselmo”, 70, mais famoso alcaguete da ditadura, mantém, se convocado, a disposição de falar à Comissão da Verdade, revelada no Roda Viva da TV Cultura, em 2011, quando insinuou que havia “sindicalista” dedo-duro que “continua por aí”.

Assim como o ex-delegado Romeu Tuma Jr, cujo livro revela Lula como agente duplo na repressão, Anselmo também tem documentos e fotos.

‘CUMPANHERO’ COMUNISTA

Piada no Twitter com o fuzilamento do tio “mulherengo, corrupto e ideologicamente doente” do ditador norte-coreano: “Lembra quem?”.

SURDO-MUDO

Lula deve estar pensando em contratar o aloprado intérprete sul-africano, caso os jornalistas perguntem onde anda “Rose” Noronha.

TE CONHEÇO?

Só um par de asnos não manteria distância dos mensaleiros do PT na cadeia. Por isso, em tempo de eleição, Lula e Dilma ignoram o tema.

O Nº 1 DO BRASIL

Omar Aziz (PSD), do Amazonas, confirma a confiança do eleitorado que o fez campeão de votos em 2010. A pesquisa Ibope/CNI o aponta como o governador mais bem avaliado do País.

SE A MODA PEGA

Depois do falso intérprete no memorial de Mandela, ontem foi a vez de o presidente François Hollande corrigir seu tradutor, que chamou o Programa Ciência sem Fronteiras de “François sem Fronteiras”. “Eu tenho fronteiras, sim, meu apreço pelo Brasil é que não tem”, brincou.

JOGO DE CENA

O ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha segue a trilha do choro livre, mas acabará como José Genoino: renunciando para não ser cassado. Quem devia conta da NET, não abre mão de aposentadoria.

FOME ZERO

Renan Calheiros recebeu senadores quarta (11), na residência oficial, para uma confraternização, mas não havia nem sanduíches para os motoristas de suas excelências. Esfomeados, foram socorridos pela festa que bombava no vizinho Henrique Alves, presidente da Câmara.

ESTREIA

Após três anos no cargo, Dilma foi ontem pela primeira vez à Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), ainda assim porque o francês François Hollande estava lá. Acabou ganhando uma medalha.

LUGAR AO SOL

Após declarar que a economia cresce “com duas pernas mancas”, o ministro Guido Mantega (Fazenda) teve pronunciamento vetado ontem no encontro da Fiesp com franceses. Como prêmio de consolação, descolou uma cadeira no palco para, pelo menos, aparecer na foto.

DESAFIO LANÇADO

Em pé de guerra com o PT, o senador Eunício Oliveira ameaçou em reunião da Executiva Nacional do PMDB, na quarta (11): “Eu quero é ver se o Cid consegue pôr votos do Ceará na convenção do partido”.

FIM DE FEIRA

Até a assessoria de imprensa abandonou o impopular governador Sérgio Cabral (PMDB): após culpar gestões anteriores por nova tragédia, mandou avisar no Twitter que “terá muito trabalho pela frente”.

PENSANDO BEM...

...quando o Brasil decidir comprar da França, os caças Rafale já estarão obsoletos.


PODER SEM PUDOR

DINHEIRO PARA Q-SUCO

João Hemétrio, prefeito de Belo Oriente (MG), inaugurava uma fonte luminosa quando foi abordado por Quito, bêbado conhecido na cidade:

- Sô Jão, me dá um dinheiro pra tomar uma cachaça.

- Estou sem dinheiro agora, Quito.

O bebum retrucou:

- Dinheiro pra mim não tem, mas comprar Q-Suco pra colocar na água o senhor tem, né?

E saiu resmungando, indignado.

Arquivo do blog