sábado, agosto 29, 2009

O projeto Educar para Crescer

Educação

Lição valiosa

O projeto Educar para Crescer, do Grupo Abril, lança cartilhas
que mostram aos pais como participar dos estudos dos filhos.
Pode ser uma ajuda e tanto para a melhoria do ensino brasileiro


VEJA TAMBÉM

Está provado que nenhum fator influencia tanto o aprendizado do aluno quanto a ativa participação dos pais na vida escolar. Daí a relevância do primeiro 1,9 milhão de cartilhas distribuídas, na semana passada, pelo projeto Educar para Crescer, do Grupo Abril, que edita VEJA. Encartado em três das revistas da editora – ANAMARIA, VIVA! MAIS e a própria VEJA –, o material apresenta medidas bem concretas que, adotadas pela família, são decisivas para o bom desempenho do estudante. Há duas versões da cartilha: uma dedicada a pais com filhos em escolas públicas, outra direcionada aos que frequentam colégios particulares (500 000 exemplares adicionais dessa última circulam, a partir desta semana, com a revista CLAUDIA). Ambas ressaltam como a família pode – e deve – incentivar a leitura, incluir os assuntos escolares nas conversas e zelar pelo essencial: lição de casa sempre feita, lugar adequado para os estudos e presença na sala de aula. O que distingue as duas publicações, basicamente, é que aquela destinada à escola pública enfatiza a importância do Ideb – indicador do Ministério da Educação que afere a qualidade do ensino nas redes municipais e estaduais. Há ainda uma terceira cartilha, esta para empresários, que sairá com a próxima edição de EXAME (serão 220 000 exemplares). Ela mostra, com base em exemplos, como é possível incentivar a educação também no ambiente corporativo.

Foram impressos, ao todo, 6,2 milhões de cartilhas – dos quais 3,6 milhões serão distribuídos por empresas que firmaram parceria com o Educar para Crescer, como McDonald’s, Itaú e a malharia Malwee. Outras quinze já sinalizaram interesse em participar do projeto, que não tem fins lucrativos. "Se conseguirmos alcançar uma boa parte dos 26 milhões de famílias brasileiras com filhos na escola, poderemos ajudar a elevar o nível do ensino no país", diz Roberto Civita, presidente do Conselho de Administração do Grupo Abril. As cartilhas fazem parte de um projeto bem maior. Lançado em setembro do ano passado, o Educar para Crescer, que também mantém um portal, tem o propósito de reforçar a ideia de que uma boa educação é peça-chave para o progresso individual e para o avanço do país.

No papel e no mundo digital
Mais de 6 milhões de cartilhas e um portal na internet: a educação é peça-chave para o progresso individual e para o avanço do país

Arquivo do blog