quarta-feira, setembro 26, 2012

CLAUDIO HUMBERTO


“Juiz que não ouviu o relatório não participa do julgamento”

Teori Zavascki, futuro ministro do STF, sinalizando que não julgará o mensalão


GOVERNO TEME QUE ESPIÃO SEJA LIGADO AO WIKILEAKS

A área da inteligência do governo federal entrou em pânico com a descoberta do roubo de dados supostamente confidencias realizado pelo ex-agente William (o sobrenome é omitido por segurança), que entrou na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) há dois meses e passou a copiar papéis. O temor do governo é que o ex-araponga seja ligado ou pretendesse se ligar ao site WikiLeaks, de Julian Assange.

VAZOU, ACABOU

O general Elito Siqueira, do Gabinete de Segurança Institucional, e a alta arapongagem temem “o fim da Abin” se houver “megavazamento”.

VOLTA À ATIVA

Aumentaram as preocupações do governo: o STF anulou a demissão do agente Nery Kluwe, suspeito de “vazar informações à imprensa”.

NO ATAQUE

Candidato a prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita vai adotar tom mais incisivo na reta final da campanha. Atacará Serra e Russomanno.

BEM DISTANTE

Efeito Cachoeira: o tucano Marconi Perillo não deu as caras na campanha do aliado Jovair Arantes (PTB) à Prefeitura de Goiânia. 

DILMA IGNORAVA PERTENCE E ATÉ SUAS INDICAÇÕES

Dilma não dava a mínima para o ex-presidente da Comissão de Ética da Presidência Sepúlveda Pertence. Nem despachavam. Trocaram palavras pela última vez na posse do ministro Carlos Ayres Britto na presidência do STF, em abril. Ela mandou dizer pelo ministro Gilberto Carvalho, o secretário-geral, que os nomes por ele sugeridos, de atuação independente, não seriam reconduzidos. Foi a gota d’água.

ÉTICA SÓ NOS OUTROS

A presidente Dilma se irritou com sugestões dos membros não reconduzidos para demitir um ministro (Carlos Lupi) e advertir outro (Fernando Pimentel).

MÃO NA RODA

O governo liberou R$1,6 milhão para a Advocacia-Geral da União alugar carros zero, no Rio, com seguranças, até setembro de 2013.

ARREPENDIMENTO

O PSC avalia que deu tiro no pé ao apoiar Gabriel Chalita (PMDB) em São Paulo, e está doido para aderir a Russomanno (PRB), no 2º turno.

TRÂNSITO EM PAUTA

Dilma citou ontem o esforço para reduzir a violência no trânsito. Acordo com a ONU objetiva reduzir acidentes à metade e tirar o Brasil da condição de 5º país em mortes no trânsito. Foi deflagrada sexta (21) a campanha permanente de conscientização de governos e sociedade.

NEM LIGARAM

Até as emissoras de TV do governo ignoraram o ótimo discurso de Dilma, na abertura da 67ª assembleia-geral da ONU. Só o canal de notícias Band News transmitiu o discurso ao vivo.

ASPONE ESPAÇOSO

Quando a presidente Dilma Rousseff recebeu em Nova York o português Durão Barroso, da Comissão Europeia, o aspone Marco Aurélio ia sentando na cadeira do chanceler Antonio Patriota. Frustrado o ensaio, Top-Top saiu de fininho.

LOBBY AÉREO

Empresas aéreas são contra o projeto que transfere ao poder público, que paga as passagens, os créditos das milhas aéreas. Dizem que o programa de milhas é para “agradar ao passageiro”. Já o contribuinte...

DESCONFIANÇA

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) critica o constrangimento ao qual foi submetido Teori Zavascki em sabatina no Senado, ontem: “A pressa para nomeá-lo gerou suspeitas”.

AGENDA INTERNACIONAL

Mal chegou de Londres e Roma, o vice-presidente da República, Michel Temer, já se prepara para possível viagem à Alemanha. O objetivo é atrair empresários e investidores ao mercado brasileiro.

O IRÃ É AQUI

Virou moda: após a ordem de prisão do presidente do Google Brasil, a Justiça Eleitoral do Estado do Pará proibiu no YouTube um vídeo acusando um candidato a prefeito de Capanema de assassinatos.

SEIS ANOS SÁBADO

O acidente do voo 1907 da GOL faz seis anos no sábado (29), e familiares homenagearão as vítimas às 16h59, hora da tragédia, no memorial erguido no Jardim Botânico, em Brasília.

PERGUNTA NO FLAT

Waldemar Costa Neto agora vai se queixar ao bispo? 

PODER SEM PUDOR

O "MÃO SANTA" DO DF

Ao discursar na inauguração da Clínica da Família em Samambaia (DF), perto de Brasília, o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, fez um agrado no chefe. Disse que os pacientes beneficiados com o mutirão de cirurgias vem dizendo que só aceitam ser operados pelo cirurgião Agnelo Queiroz (PT), o governador que vem sendo escalado semanalmente para ajudar a diminuir a fila nos centros cirúrgicos dos hospitais do DF. Um gaiato aproveitou a deixa e gritou, do meio da plateia, arrancando gargalhadas:

Arquivo do blog